Como anunciei ha alguns dias, estou testando em minha máquina o novo sistema da Microsoft.

Diferente de muitas pessoas que testam o sistema primeiro em máquinas de pouco uso, apenas para ter uma idéia de seu funcionamento, estou testando em meu notebook de uso diário.

Minha “versão kamikase” ganhou de minha “versão prudente” e acabei resolvendo utilizar o sistema como único em minha máquina (dentro de alguns dias vou instalar o novo Ubuntu também).

Vamos ao que interessa:

1) Download: rápido e sem problemas. A maior atenção está relacionada ao número de série fornecido durante o processo. Sem ele, é impossível instalar o sistema – claro. Afinal, estamos falando da Microsoft. Vale lembrar que temos apenas a versão em Inglês disponível.

2) Formatação e instalação: o sistema reconheceu o meu WXP e disse que não podia atualiza-lo (opção válida apenas para o Vista, mas é preciso ter muita coragem).  Como já tinha feito todos os backups, formatei a máquina. (Aqui vale um comentário: a melhor coisa do mundo foi ter disponível um hd externo nesta etapa. Copiei tudo para ele e fiquei tranquilo).

A instalação foi mais rápida do que a de um XP ou Vista e não precisou de muito acompanhamento no processo. Utilizei um Dell Latitude D520, com processador Celeron e 1gb de RAM.

O espaço ocupado no HD é o menor que o do Vista, apesar de todos os drives atualizados que vêm com o Windows 7 .

3) Início do uso: sem traumas. Como é um sistema com layout mais limpo, me acostumei muito rápido, apesar dos menus estarem em inglês. A conexão de rede funcionou direitinho e instalei minha impressora de rede de modo muito mais fácil do que nas versões anteriores do Windows.

Estou usando a maioria do softwares que estou acostumado (office, Dreamweaver, Photoshop etc) sem problemas.

O novo Windows Explorer (não sei porque tínham acabado com ele) ajuda bastante, inclusive quando colocamos algum pen drive na usb. Ele é mais organizado que as versões anteriores e facilita encontrarmos tanto arquivos como máquinas na rede.

O sistema já vem com IE8 instalado, em uma versão aprimorada e mais estável do que a que testei ha algum tempo no XP.

Por fim, a estabilidade do sistema (pelo menos até agora) é muito maior do que a do malacabado Vista. Mesmo se tratando de uma versão de testes. Ponto para a Microsoft.

Em breve, mais impressões…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s